Quais são os tipos de algodão que existem: pima, egípcio e mais

Quais são os tipos de algodão que existem: pima, egípcio e mais

Quer entender quais os principais tipos de algodão que existem? O algodão é um tecido bem comum no nosso dia a dia, mas é bom lembrar que algodão não é tudo igual. E existem alguns deles que se destacam entre os demais, por conta da suavidade, da resistência e da durabilidade. 


Por isso, preparamos esse artigo que tira dúvidas essenciais sobre os tipos de algodão. Assim, você vai poder escolher bem qual o tipo de algodão mais adequado para investir, seja para as roupas do seu armário ou para outros produtos que levam o tecido. Boa leitura! 

Confira todos os lançamentos em novas cores, modelagens e tecidos

Algodão: saiba a história desse tecido

Inicialmente, vamos explicar um pouco como se desenvolveu a história do algodão. As primeiras referências históricas ao algodão remontam ao Código de Manu, do século VII a. C., considerada a legislação mais antiga da Índia. 

Antes da Era Cristã, os escritos antigos mostravam que as Índias eram a principal região de cultura do algodão. O Egito, o Sudão e a Ásia Menor já usavam o algodão como uma das principais matérias-primas. Além disso, outras civilizações antigas, como os incas, no Peru, já utilizavam o algodão, em 4.500 A.C..


A palavra algodão deriva da expressão al-guTum, na língua árabe. Afinal, foram os árabes que transmitiram a cultura do algodão pela Europa, no segundo século da Era Cristã. Depois, gerou palavras como cotton, em inglês; cotone, em italiano; algodón, em espanhol e algodão, em português. 

Os povos árabes foram os primeiros a fabricarem tecidos e papéis com a fibra do algodão. A Europa, por sua vez, começou a usar regularmente o algodão na ocasião das Cruzadas. Com o advento de novas máquinas de fiação, no século XVIII, foi que a tecelagem que começou a dominar o mercado mundial de fios e tecidos. 

Um salto significativo na produção do algodão acabou acontecendo nos Estados Unidos. Em 1792, Eli Whitney inventou o descaroçador de rolo do algodão, que, na prática, conseguiu separar as sementes das fibras. 

O país iniciou a produção comercial de algodão nos estados da Carolina do Sul e da Geórgia, com o uso dos primeiros descaroçadores de rolo. Ao longo do tempo, a invenção contribuiu para transformar os Estados Unidos no maior produtor de algodão do mundo. 

Tipos de algodão: confira quais são os principais

Entre os principais tipos de algodão, estão o pima, o egípcio, o alcala, o upland, o reciclado e o orgânico. Saiba adiante as características que diferenciam cada um deles. 

Folha que dá origem ao algodão pima. Ela se parece com um como um arbusto de flores amarelas e sementes escuras (planta gossypium barbadense)

Algodão pima

Para começar, vamos detalhar as características do algodão pima, que é considerado o melhor algodão do mundo. Ele alcançou esse título por conta de propriedades como a suavidade, a resistência e a durabilidade. 

Esse tipo de tecido tem uma fibra bem mais longa do que o algodão comum. Enquanto a fibra do algodão tradicional tem o comprimento de, no máximo 31 mm, a do pima varia entre 38 e 41 mm. 

Com fibras extra-longas e finas, o algodão pima precisa de uma quantidade inferior de nós entre as fibras para ser produzido. Na prática, esse atributo do tecido resulta na diminuição da chance de o fio se romper. Por consequência, a resistência dessa matéria-prima também aumenta. 


Essa é uma vantagem essencial para quem lida com uma rotina intensa. As roupas feitas com o pima não se desgastam com facilidade. Mesmo depois de serem lavadas várias vezes, a qualidade e a maciez do tecido permanecem. Esse tipo de algodão pode durar 50% mais tempo do que outras espécies.

Mas quer saber o que faz desse algodão ser tão especial assim? São as condições do solo, do clima e da colheita que tornam o pima mais exclusivo. A origem do tecido é a planta gossypium barbadense, que se desenvolve com as sementes escuras e as flores amarelas.

Essa espécie de algodão também tem uma característica particular: não necessita da utilização de pesticidas para a safra. Além do mais, a colheita do pima é feita com as mãos, com todo o cuidado para preservar os atributos do material. Mais um ponto importante é a existência de uma cera dessa planta, que garante a qualidade do tecido. 

Como resultado, o pima é um tipo de algodão bem macio. Daqueles que parecem um abraço na sua pele. Assim, também é recomendado para quem tem sensibilidade a outros tipos de tecido. Para completar, o pima ainda seca mais rápido do que os tecidos sintéticos e não vai deixar você com a roupa molhada de suor. 

Algodão egípcio

Assim como o pima, o algodão egípcio também utiliza a planta gossypium barbadense. Ambos os tipos de algodão têm fibras consideradas extra longas. A diferença entre o pima e o egípcio é a região onde cada um deles é cultivado. 


Primeiramente, como o nome já sugere, o algodão egípcio é cultivado no Egito. Depois disso, em geral, o algodão pima é produzido em fazendas do Peru, embora também existam produtores nos Estados Unidos. 


A produção do algodão egípcio teve origem há mais de cinco mil anos. O cultivo é feito no delta do Rio Nilo. A região se destaca ao ter pouca chuva, além de sol intenso. A colheita desse tipo de algodão também é manual. 


O algodão egípcio é conhecido por sua alta qualidade, que se deve ao comprimento das fibras.  Ele ainda é bastante durável e resistente. O algodão produzido no Egito também costuma ser categorizado conforme o número de fios que formam o tecido. São classificados como 110 fios ou números acima disso. 

Além do mais, as peças feitas com o algodão egípcio são muito confortáveis para quem veste. Esse tipo de algodão é utilizado na produção de vários itens, como camisetas, roupas íntimas, artigos de mesa e de cama. 

Algodão acala

Outro tipo de algodão importante é o acala, utilizado principalmente para produzir camisetas e malhas finas. As fibras desse tipo de tecido são consideradas média-longas e têm um comprimento que varia entre 32 mm e 34 mm. 

A produção do algodão alcala é feita em regiões como os Estados Unidos e o Peru. No Brasil, o acala também já foi produzido em propriedades localizadas no Mato Grosso e na Bahia. 

Algodão upland

Já o algodão upland tem as fibras mais curtas. Com o comprimento da fibra inferior a 32 mm, esse tipo de tecido é cultivado no Brasil na região do cerrado. O país é considerado o 5º maior produtor e o 4º maior exportador mundial do upland. 

Esse tipo de tecido é utilizado para a confecção de várias peças. Entre elas, é possível citarmos as roupas jeans, os itens de cama, mesa e banho, além de camisetas para o dia a dia.

Algodão reciclado

O algodão reciclado é obtido por meio do reaproveitamento de outros tipos de algodão. Com os processos de trituramento e estreitamento, o algodão reciclado fica com uma espessura parecida com a do algodão comum. 

O resultado dessa reciclagem são fibras mais curtas e difíceis de serem fiadas. O algodão reciclado, muitas vezes, é misturado a outros tipos de fibras para que se torne mais resistente. 

Assim, o algodão reciclado pode ser misturado com algodão orgânico ou tradicional. É comum que o algodão reciclado represente até 50% da composição de malhas. Quando combinado com fibras sintéticas, a exemplo do poliéster ou acrílico, o algodão reciclado pode alcançar até 80% da composição do tecido. 

Algodão orgânico

O algodão orgânico é feito com os fundamentos da agricultura orgânica. Isso quer dizer que não são usados pesticidas e agrotóxicos para o plantio. A utilização de um sistema de rotação de culturas garante a sua produção.

A maioria do algodão orgânico produzido no Brasil tem origem na região Nordeste, mais precisamente no semiárido. Geralmente, a agricultura orgânica no país tende a ser um negócio familiar. Ainda que a produção desse tipo de algodão seja considerada pequena, aos poucos está crescendo no mercado brasileiro.

Confira todos os lançamentos em novas cores, modelagens e tecidos

Conheça os tipos de algodão usados na basico.com

Gostou de conhecer quais são os principais tipos de algodão que existem? Aproveite para saber mais sobre os tecidos de algodão usados nas peças da basico.com. Nossos itens essenciais são feitos para durar e podem acompanhar você em qualquer lugar, sempre com qualidade e liberdade para expressar a sua individualidade. 

Algodão premium 40: 1 

A nossa malha 100% algodão conta com um acabamento especial de manteiga de cupuaçu. O resultado é um toque super suave, além de respirabilidade e conforto para a sua pele com a nossa camiseta premium.

Planta que dá oriegem ao algodão pima

Algodão pima 

Como você já viu, algodão pima é considerado o melhor algodão do mundo. No catálogo da basico.com, você encontra a linha Life T-Shirt Pima, com produtos que apresentam bastante maciez e leveza. São camisetas em diversas cores e modelagens, que vestem bem no corpo e dão liberdade de movimento. 

Algodão egípcio

Por último, o algodão egípcio, uma matéria-prima nobre e de altíssima qualidade. O aspecto das peças com esse algodão é bem lisinho e sem imperfeições. Com pureza e respirabilidade, ele também é macio e resistente. 

As nossas peças com algodão egípcio ainda contam com 3% de elastano, para oferecer ainda mais conforto ao vestir. É uma combinação perfeita de qualidade com uma modelagem ainda mais comfy.